O ex-governador Ricardo Coutinho esteve com o atual governador João Azevedo em uma reunião da executiva nacional do PSB,  em Brasília na tarde desta segunda-feira (08),  para discutir e deliberar sobre a posição do partido acerca da reforma da Previdência. A decisão irá orientar as bancadas socialistas na Câmara e no Senado Federal.

Na pauta do encontro está a decisão se o PSB vai fechar ou não questão sobre a reforma da Previdência que deve ser votada no Plenário da Câmara Federal nesta semana.

O PSB já se posicionou contra a reforma da previdência antes do texto passar por mudanças na relatório. O presidente minimizou a tentativa dos governadores, entre eles João Azevêdo, de incluir os estados no texto que será votado.

Ricardo Coutinho discutiu para seus companheiros de partido e afirmou que o problema do Brasil não vai se resolver com a Reforma da Previdência.

“O problema do Brasil não é a previdência é a economia, a economia que quebra a previdência, não a providencia que quebra a economia é uma coisa óbvia, ninguém ache que vamos resolver o problema do Brasil com a previdência, nos sim avançamos na resolução da economia”.

O ex-governador também deixou claro que o PSB não pode votar a favor da reforma, pois isso iria contra o partido que é socialista, que é pelo povo

“Não  podemos jamais impedir que cerca de 70% dos trabalhadores brasileiros possam alcançar a aposentadoria, e o PSB votasse nisso estaria efectivamente destruindo a necessidade de uma nação inteira, nós teríamos uma mancha antsocilaista, agora é uma questão de afirmar o partido e o partido é contra, votando fechado contra a previdência.”

Ricardo Coutinho sobre Reforma da Previdência:

Tocador de vídeo

Comentários

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here