Uma matéria veiculada por um site de notícias local dando conta da suspensão do abastecimento dos veículos pertencentes ao municipio de Patos, foi logo rebatida pela Coordenadoria de cComunicação da Prefeitura patoense.

A matéria afirmava que até as ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), estavam correndo risco de não se deslocarem por falta de combustível, deixando  entender um suposto problema entre a prefeitura e o posto de combustível responsável pelo abastecimento da frota do município.

Segundo a matéria, a informação da suspensão do fornecimento de combustível foi repassada pelos frentistas do Auto Posto Liberdade aos condutores das ambulâncias que procuravam abastecê-las na manhã desta sexta-feira, dia 04.

De acordo com a Coornadoria de Comunicação da Prefeitura de Patos o fato se deu em face do término do exercício financeiro de 2018, onde todos os contratos foram encerrados no dia 31 de dezembro. Conforme explicou o chefe do setor de licitações, Alexandre Camboim, e não por falta de pagamento, como deixou a entender matéria divulgada pela imprensa na manhã de hoje.

O secretário de saúde do município de Patos, Davi Nunes, reafirmou o que disse o setor de licitação,  sobre o cancelamento do contrato, e tranqüilizou a todos dizendo que as ambulâncias já estão abastecidas e prontas para atender aos chamados da população.

A afirmação do secretário de saúde, foi ratificada pelo gerente dos transportes do município de Patos, Gildemberg Charles Amorim, que adiantou que o representante do posto estaria assinando, ainda hoje, um contrato de aditivo continuando a prestação dos serviços.

“Acompanhamos, nesta manhã (04), no centro administrativo, o trâmite de assinatura do referido contrato de aditivo, feito pelo senhor Miguel Pereira, representante do posto JV Comércio de combustível Ltda, o qual se prontifica de continuar fornecendo à prefeitura de Patos, pois não houve qualquer impedimento outro que não fosse a existência do mesmo para o abastecimento da frota”. Explicou a Coordenadoria de Comunicação da Preffeitura de Patos.

Comentários

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here